jusbrasil.com.br
20 de Janeiro de 2019

Procuração para advogados

Mandado

Adelson Reis Cardiais, Advogado
Publicado por Adelson Reis Cardiais
há 9 dias
Procuração para advogados.docx
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

INSTRUMENTO DE PROCURAÇÃO

OUTORGANTE: MOME, brasileira, ESTADO CIVIL, PROFISSÃO, inscrito ao CPF sob nº. XXXXXXXXX, e no RG nº. XXXXXXXXXX, domiciliado e residente à Rua XXXXX, nº. XXX, Bairro XXXXXXX, na cidade de XXXXXXXXXXXX–UF, CEP.

OUTORGADOS: Dr, XXXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, advogado, OAB/ MG XXXXX, com escritório estabelecido na xxxxxxxxxxxxx, CEP: xxxxxxxxx, bairro xxxxxxx, Fone: xxxxxxxxxx, onde receberá intimações.

FINALIDADE: ajuizamento de XXXXXXX

PODERES: Pelo presente instrumento particular de mandato e pela melhor forma de direito, a outorgante constitui e nomeia seu bastante procurador, conforme o artigo 105 do CPC, amplos e gerais poderes de representação para o exercício do procuratório judicial e extrajudicial, atinentes a cláusula ad judicia et extra, especialmente visando defender direitos do outorgante na presente ação, podendo ainda, confessar, reconhecer a procedência do pedido, transigir, desistir, renunciar ao direito sobre o qual se funda a ação, receber valores, dar quitação, dar quitação de valores, firmar compromisso, pedir a justiça gratuita e assinar declaração de hipossuficiência econômica, variar de ações, receber intimações, acordar, confessar, renunciar, firmar compromisso, produzir provas ou justificações, requerer, concordar com cálculos e avaliações, ratificar desistências e praticar, enfim, todos os atos necessários que visem a boa e fiel desincumbência dos deveres e prerrogativas advocatícias de defesa dos direitos subjetivos e interesses jurídicos do (a) outorgante, para o que são conferidos todos os poderes, ainda que aqui não declarados expressamente, inclusive substabelecer, com ou sem reserva de poderes. Ficando contratado, entre outorgante e outorgados, o pagamento de honorários advocatícios de percentual sobre o total bruto dos valores pagos em decorrência de efetivo reconhecimento judicial de direitos, sem prejuízo dos de sucumbência, podendo o outorgado reter a sua parte de honorários e repassar ao outorgante a diferença mediante pagamento em conta corrente, cheque ou outra forma que o mesmo indique.

BASE LEGAL: Art. 133, da Constituição Federal, em conformidade com a norma do art. 105 do NCPC15, e arts. 1º, inciso I, 2º, 5º, 7º e 44, inciso I, do Estatuto da Ordem dos Advogados dos Brasil.

Belo Horizonte, de janeiro de 2019.

____________________________________________

OUTORGANTE

___________________________________________

OUTORGADO

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

discordo da justiça de hoje não tenho provas que comprove que eu luto em mãos , a justiça antiga era bem melhor , toda a promessa a gente concursado é obrigad (o) (a) a descobrir sozinho (a).
sem mais
chefe de estado dos santos. continuar lendo